Sistema russo de reservas de voos “Leonardo” chegará à América Latina

0
550
Mais de 60 companhias aéreas já adotaram o serviço. Acordo preliminar com países asiáticos e latino-americanos segue em curso, segundo responsável.

O sistema automatizado “Leonardo”, desenvolvido pela empresa Sirena-Travel em conjunto com a Rostec, que permite organizar o transporte aéreo, será exportado para Ásia e América Latina, segundo Oleg Menjinski, diretor da RT-Project Technologies (parte da Rostec).

O serviço, totalmente doméstico, foi criado em 2014 e inclui até o presente momento companhias aéreas russas, como Aeroflot, Pobeda, Red Wings, Smartavia, Nordstar, Aurora, Rusline, Yamal, UTair e Alrosa, entre outras.

Segundo Menjinski, mais de 60 companhias aéreas já adotaram o sistema, e a Rostec já “tem um acordo preliminar para exportá-lo para a América Latina e países asiáticos”.

“As negociações e os preparativos para a introdução do sistema Leonardo nas companhias aéreas da Bielorrússia, Síria, Irã, Bolívia, Indonésia e outros países estão atualmente em fases diversas. Há negociações pré-contratuais em andamento com a companhia aérea venezuelana Conviasa”, declarou o chefe da RT-Project Technologies, durante a conferência Indústria Digital da Rússia Industrial, em Níjni Novgorod, citado pelo Aviation Explorer.

O material de treinamento e as instruções para trabalhar com o “Leonardo” estão atualmente disponíveis em inglês e russo; atualmente, o conteúdo está sendo vertido para o espanhol.

https://br.rbth.com/estilo-de-vida/87911-agregador-russo-de-passagens-aereas-leonardo-chegara-america-latina