Programas de turismo cultural retomam em Cuba

0
76
Havana (Prensa Latina) O programa de turismo cultural de Havana Velha, Rutas y Andares, retornará neste verão para turistas locais e estrangeiros, disseram hoje seus organizadores.

Esta proposta vem do Gabinete do Historiador da Cidade de Havana (OHCH) e está há vários anos no gosto de quem está na capital cubana nos meses de julho e agosto e busca o conhecimento enquanto recria, especialmente na formato de família e amigos.

Depois de dois anos no palco virtual devido à pandemia do Covid-19, Rutas y Andares retorna, disseram.

De acordo com a página do Facebook do Programa Cultural OHCH, a presença de famílias cubanas em museus, centros culturais, bibliotecas e espaços públicos revitalizará o cotidiano de Havana Velha.

Esta oferta de turismo cultural, adaptada às condições epidemiológicas e ao atual horário escolar, vai promover uma aproximação ao património histórico cultural valorizado na zona e atualizar os projetos de desenvolvimento no território, especificam.

A 22ª edição de Rutas y Andares, batizada de Descobrindo com a Família, celebrará o 40º aniversário da inscrição do Centro Histórico de Havana Velha e seu sistema de fortificações na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Essa sábia decisão da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), traz também a memória do saudoso Historiador da Cidade, Eusebio Leal Spengler (1942-2020), no 80º aniversário de seu nascimento.

Da mesma forma, as alianças continuarão com o Culture in the Hands, plataforma que oferece serviços de interpretação para surdos, e com outros grupos e atores locais integrados.

Esta integração corresponde ao projeto Promovendo o desenvolvimento cultural de Havana Velha para a fruição e preservação do patrimônio com ferramentas de comunicação para a transformação social.

Este programa conta com a colaboração de várias organizações como Cultura, Comunicação e Desenvolvimento (KCD)-Bilbao, Organização Não Governamental de Desenvolvimento (ONG) e financiamento da Agência Basca de Cooperação (AVCD).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here