Má notícia! Iberia alega erro de tarifa e cancela passagens baratas para Paris

0
44

Leonardo Cassol

A companhia aérea espanhola Iberia está enviando um comunicado aos seus clientes informando o cancelamento de todos os bilhetes para Paris emitidos no dia 28 de dezembro, quando foi possível comprar passagens por R$ 1.362 ida e volta saindo do Rio de Janeiro, conforme divulgado no Melhores Destinos. A alegação da empresa é que houve um “erro na alimentação das tarifas para essa rota, publicadas em um valor equivalente a 10% (dez por cento) da tarifa real e correta”.

No comunicado, a empresa diz que vai proceder o reembolso integral das passagens e se coloca à disposição para avaliar danos materiais irreparáveis, como reservas de hotel ou de aluguel de carros não reembolsáveis.

A decisão da Iberia é polêmica, uma vez que os bilhetes cancelados já tinham sido efetivamente emitidos e o valor cobrado pela empresa dava margens para o entendimento de que se tratava de uma oferta real e não de um erro de tarifa.  Por exemplo, em este mesmo ano publicamos uma promoção da Latam para Paris por R$ 1.915, que não foi erro de tarifa. Em dezembro de 2020 tivemos voos 2 em 1 combinando Paris com Lisboa por R$ 1.539 com a TAP, que também era uma oferta real que foi honrada pela empresa.

Em outros casos, como quando a American Airlines vendeu milhares de passagens para Nova York por R$ 600 com bagagem inclusa, que de acordo com a empresa se tratou de um erro de tarifa, a decisão da companhia aérea foi honrar as reservas de todos os bilhetes que haviam sido emitidos antes da falha ser corrigida. Uma postura louvável, já que é quase impossível para o cliente saber nestes casos quando se trata de uma ação promocional e quando é de fato um erro.

Lamentamos pelos leitores que tiveram os bilhetes cancelados e torcemos para que a Iberia reconsidere sua decisão. Afinal, a companhia aérea divulgou a tarifa em seu próprio site. Mas, infelizmente, não é a primeira vez que a empresa se posiciona desta maneira. A Iberia também vendeu passagens para Seychelles por R$ 1.724 em janeiro deste ano, e depois de alguns dias decidiu cancelar todos os bilhetes, deixando os compradores revoltados.

Confira o comunicado da empresa encaminhado ao Melhores Destinos pelo leitor Fabricio Mourao:

Infelizmente a decisão da empresa deve afetar todos que compraram passagens aéreas neste preço, independentemente se foi via agência de viagens ou diretamente com a empresa.

Os leitores que se sentirem lesados podem registrar reclamação no site Consumidor.gov.br, que é monitorado pela Anac, ou diretamente no Procon.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here