Preço do querosene de aviação cai 35% em 2023

0
530

Última redução foi anunciada pela Petrobras nesta quinta-feira (01.06) e chega a 12,6%

O preço do querosene de aviação (QAV) teve redução 35% ao longo de 2023, de acordo com informações da Petrobrás, divulgadas nesta quinta-feira (01.06). Somente no último mês, o combustível teve redução de 12,6%, sendo o quarto mês consecutivo de queda. O valor pago pelo querosene de aviação é um dos mais importantes obstáculos para o desenvolvimento do setor aéreo no país e, segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), o QAV representa mais de um terço dos custos totais das companhias aéreas.

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, celebrou a notícia e destacou o empenho do governo em democratizar o acesso à aviação civil. “Ao reduzir o valor, caminhamos para uma aviação mais acessível e viável economicamente, e possibilitamos que mais pessoas possam viajar e conhecer as maravilhas do nosso país, conectando diferentes regiões, impulsionando o turismo e promovendo o desenvolvimento econômico. O compromisso do governo federal com a redução do preço do QAV é um passo significativo na direção de uma sociedade mais inclusiva”, disse.

A redução no preço do combustível de aviação (QAV) se soma a uma série de esforços que o governo federal vem adotando com foco no fortalecimento do setor aéreo e no barateamento das passagens aéreas é uma das prioridades da ministra do Turismo, Daniela Carneiro. Em seus primeiros meses de gestão, Daniela Carneiro se reuniu com o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e o presidente da Petrobrás, Jean Paul Prates, para definir medidas em conjunto que permitam a redução dos preços atuais das tarifas.

Além disso, a ministra se reuniu com representantes da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) e com as companhias aéreas Latam, Gol e Voepass. O objetivo foi debater o assunto, além de conhecer as estruturas das companhias e estreitar o diálogo sobre fatores que interferem neste valor. Os encontros também discutiram ações conjuntas que possam ampliar a conectividade aérea no país.

Acesse AQUI a matéria também no portal do Ministério do Turismo.