Governo e Procon cobram esclarecimentos de companhias aéreas por cancelamentos de quase mil voos

0
137

Thayana Alvarenga

Melhores Destinos – A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e o Procon-SP cobraram esclarecimentos das companhias aéreas Azul, Gol e Latam sobre os voos cancelados no início deste ano por causa do aumento no número de casos de covid-19 e influenza nas tripulações. Ao todo serão canceladas quase mil decolagens.

Até agora, segundo levantamento da Folha de S. Paulo, a Azul já anunciou o cancelamento de 765 voos da última quinta-feira (06/01) até o próximo domingo (16/01). A Latam cancelou 183 partidas e disponibilizou uma página com a lista de voos cancelados e orientações em seu site. A Gol afirma que registrou alta no número de casos, mas que nenhum voo foi cancelado ou sofreu alteração significativa por este motivo.

No documento enviado às aéreas, entre os questionamentos são solicitadas explicações sobre a quantidade e o porcentual de voos cancelados entre novembro de 2021 e janeiro de 2022, quantos viajantes estão sendo afetados e quais os procedimentos adotados em caso de cancelamento e se o passageiro optar por reacomodação ou reembolso.

A alta de casos da covid-19 e influenza causou uma onda de cancelamentos de voos nos últimos dias e transtornos para muitos passageiros com viagens marcadas.

“O cancelamento de voos, ainda que por motivo de força maior e que não seja por culpa da companhia aérea, como casos de covid-19, por exemplo, dá ao consumidor o direito à reacomodação em outro voo ou ao reembolso integral dos valores pagos dentro de um prazo de até sete dias. O consumidor também pode optar pela remarcação da passagem, sem custo algum”, ressalta o Procon-SP.

Procurada, a Gol disse que não vai se pronunciar. A Latam Brasil informa que foi notificada e que prestará os esclarecimentos necessários ao órgão. Já a Azul informou, por meio de nota, que recebeu a notificação do Procon-SP e que responderá ao órgão dentro do prazo estipulado. “A companhia destaca ainda que cumpre a legislação vigente acerca de reembolsos e remarcações de voos”, acrescentou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here