Após incidente, Copa Airlines segue sem previsão de quando volta a voar com Boeing 737 MAX-9

0
306

MD – A companhia aérea Copa Airlines segue sem previsão de quando volta a voltar com seus aviões Boeing 737 MAX-9, após o incidente que resultou na suspensão temporária das operações com o modelo.

No Brasil, a empresa panamenha é a única que opera com esse tipo de aeronave. São 21 aviões no total, em solo devido ao acontecimento, e 96 em toda a frota da Copa, resultando em cerca de 80 voos diários afetados em toda a operação.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Pedro Heilbron, presidente executivo da Copa, se desculpou pelos atrasos e cancelamentos, que impediram milhares de passageiros a chegarem em seus destinos.

“Em nome de toda a equipe da Copa Airlines, pedimos desculpas pelas dificuldades que os passageiros estão enfrentando. Estamos em uma situação que foge ao nosso controle e no momento trabalhamos para minimizar o impacto gerado aos nossos clientes, oferecendo a eles alternativas para reorganizar sua viagem”, destacou o executivo.

B737 MAX da Copa Airlines

Fui afetado pelas alterações da Copa, e agora?

A Copa Airlines está auxiliando os passageiros considerando os atrasos e cancelamentos de voos.

Está sendo oferecida a reacomodação em novos voos, em que a data seja o mais próximo possível da data da viagem original. A companhia aérea também eliminou as taxas de alteração do voo, oferecendo flexibilidade aos passageiros que decidem escolher outra data de viagem.

Também é possível cancelar a viagem, deixando o bilhete aéreo em aberto para uso em data posterior, sem cobrança de taxas. Neste caso, a Copa irá oferecer o reembolso de todas as tarifas.

A companhia aérea pede aos passageiros com viagens nos próximos dias que fiquem atentos ao site, e-mail, aplicativo e redes sociais da Copa para receberem as atualizações.