Prêmio Melhores Destinos 2023/24: conheça a melhor companhia aérea do Brasil

0
222

Qual é a melhor companhia aérea do Brasil? O Melhores Destinos fez essa pergunta para os seus leitores, e a grande vencedora do Prêmio Melhores Destinos 2023/24, com mais de 26 mil participantes, é a Azul! Temos uma pentacampeã, pela quinta vez a Azul levou o prêmio Melhores Destinos! Mas vale destacar que todas as companhias nacionais melhoraram a sua nota com relação ao ano passado.

Melhor Companhia Aérea do Brasil

1º lugar – Azul (7,87)

Eleita pela quinta vez a melhor companhia do Brasil, a Azul subiu de 7,54 no passado para 7,87 neste ano. Em 2023 a empresa continuou abrindo rotas, tanto no Brasil como no exterior, como as inéditas Curaçao e Paris. A melhora na nota pode ser em razão da chegada de novas aeronaves, todas com wi-fi gratuito para todos os passageiros, ou ainda pelos snacks que a Azul serve (à vontade) em seus voos.

Fundada em 2008, a Azul tem se destacado pelo serviço oferecido aos clientes e pela expansão de sua malha, chegando a áreas até então não atendidas por outras companhias. Com hub em Viracopos, a empresa voa hoje para mais de 150 destinos no Brasil além dos internacionais para Fort Lauderdale e OrlandoLisboaParis (no qual eu estive a bordo, confira o vídeo da experiência abaixo) e Curaçao.

 

 

2º lugar – Latam (7,31)

A Latam também melhorou a sua nota na percepção dos viajantes. No ano passado recebeu nota 6,64, e neste ano ela subiu para 7,31. A companhia tem investido em melhorar a experiência de bordo dos passageiros, com a instalação de wi-fi (pago) em muitos aviões e recentemente voltou a entregar snacks a bordo.

Fundada em 2012 com a fusão da chilena LAN Airlines e da brasileira TAM Linhas Aéreas, a Latam é hoje a maior empresa aérea da América Latina. A empresa oferece uma ampla gama de rotas nacionais e internacionais, ligando o Brasil às principais cidades da América do Sul, América do Norte e Europa.

3º lugar – Gol (7,28)

A Gol melhorou bastante a sua nota de avaliação neste ano e ficou pertinho de tomar o segundo lugar da Latam (diferença de apenas 0,05). No ano passado recebeu nota 6,06 e agora subiu para 7,28. A competição fez bem pra laranjinha, que em 2023 finalmente reabriu as últimas salas VIP que estavam fechadas, um diferencial que a companhia oferece com relação às concorrentes, que não oferecem o serviço em seus voos domésticos.

Fundada em 2001, a Gol tem um histórico relevante no mercado de aviação nacional. A empresa foi a primeira experiência brasileira de empresa de baixo custo (aérea low cost), oferecendo serviços e tarifas inéditos em sua inauguração. Desde então, a empresa adquiriu o que restou da saudosa Varig, incluindo o programa de fidelidade Smiles. Hoje a empresa voa para diversos destinos no Brasil, Estados Unidos, Argentina, Paraguai, Uruguai, Peru e República Dominicana. A GOL conta com participação acionária de gigantes internacionais como a American Airlines e o grupo Air France/KLM.

4º lugar – Voepass (6,02)

E o prêmio para companhia aérea que mais melhorou a sua nota vai para a Voepass. Em 2022 a nota foi de apenas 4,92, mas em 2023 chegou a 6,02. Neste ano ela trocou a parceria que tinha com a Gol pela Latam e soube aproveitar bem os seus turboélices para começar a voar para Fernando de Noronha, que enfrenta restrições para o pouso de jatos.

A Voepass, antiga Passaredo, surgiu em 1995 com braço aéreo Grupo Passaredo, até então atuante apenas no transporte rodoviário. No início fazia voos regionais, ligando Ribeirão Preto a cidades como Brasília, São Paulo e Curitiba. A empresa foi crescendo e em 2019, após a aquisição da MAP, apresentou uma nova identidade visual, quando passou se chamar Voepass Linhas Aéreas.


O ano que passou foi de muitos desafios para as companhias aéreas brasileiras, aumento do dólar, combustível de aviação mais caro e a necessidade de refazer o caixa depois da pandemia. Porém também foi um ano de retomada, com aquecimento da demanda e aeronaves cheias. Mesmo com adversidades, é bom ver que na visão do passageiro, todas as companhias aéreas do Brasil melhoraram as suas notas. Que sigam neste caminho!

Parabéns à Azul por mais essa conquista!