A gastronomia como aliada do turismo em Palmas e Taquaruçu

0
229
Campeões é um prato que reúne petiscos vencedores de festival (Foto: Seleucia Fontes)

Projeto do Sebrae/TO, Rota Gastronômica conta com 25 estabelecimentos parceiros

Seleucia Fontes

A culinária tocantinense tem sabor de tradição, de Cerrado, de casa cheia e afetividade. A união destes elementos, aliados ao esforço de profissionais que trabalham para dar seu toque pessoal em receitas tradicionais ou exclusivas vem para consolidar o segmento do Turismo Gastronômico no Estado.

O projeto Rotas Gastronômicas do Sebrae Tocantins tem a meta de fomentar e promover o segmento em 20 municípios, incluindo a Capital. Em Palmas, o projeto conta com a participação de 25 empreendimentos.

Cinco deles receberam os participantes de um Presstrip/Famtur para operadores de turismo, jornalistas e influenciadores digitais na quinta, 19. Divulgar o projeto e seus parceiros, bem como atrair parcerias para a construção de novas rotas turísticas foi o objetivo.

Tainara Tomaz, agente de Roteiro Turístico do Sebrae, ressaltou que a escolha dos empreendimentos levou em consideração a atuação já consolidada no segmento de alimentação. Este foi o caso da Chef Regiane Cardoso, do Restaurante Maria Izabel, que recebeu o grupo durante o almoço com o delicioso Filezinho de Pirarucu, acompanhado de geleia de pimenta e molho verde. Para os amantes de pratos veganos, a segunda parada foi a Doce Delirium, onde foi servido o Quiche Integral Temperança.

Taquaruçu

“Taquaruçu é um produto consolidado e a Rota Gastronômica mostra que a região tem muito mais a apresentar”, comemorou o consultor Maicon Dimbarre, ao ressaltar que o próprio palmense precisa conhecer melhor o distrito distante 30 km do centro da Capital.

Além de pratos deliciosos, vários deles premiados em edições passadas do Festival Gastronômico de Taquaruçu, a Rota revela histórias de vida cativantes. Este é o caso de Maria do Socorro Nascimento Cavalcante, a Socorrinho, que abriu espaço no quintal de casa para oferecer, nos finais de semana, seu quitutes.

Para entrar no catálogo digital da Rota, Socorrinho escolheu a Cabacinha de Ouro, uma coxinha moldada em formato de cabaça, feita com massa de abóbora, banana da terra e recheios de carne de sol ou carne de jaca. Para ressaltar o sabor, um creme de cajá no lugar da tradicional maionese.

Quem passar pelo distrito para passear pelas cachoeiras também poderá degustar a Pizza da Terra na pizzaria Sabor da Serra, e, na Vila dos Sabores, pedir uma porção dos Campeões, um mix de vencedores do Festival Gastronômico de Taquaruçu: Flor da Serra, Copinho de Sol, Filho de Pindarô, Pirata do Sol, Botellus de Carne de Sol, Picolé de Costela, Tem Cupim na Mandioca e Trufa de Chambari. Uma explosão de sabores!

Socorrinho mostra coxinha moldada no formato de cabacinha(Foto: Seleucia Fontes)