Viaje Pelo Brasil – Bonito

0
320

Não é difícil fugir da obviedade do trocadilho: Bonito é realmente… deslumbrante! É um dos principais destinos de ecoturismo e do turismo de aventura do país. Seus atrativos são tantos e tão belos que fica quase impossível dar destaque só para alguns. Só para exemplificar, a cidade é conhecida pelas suas águas extremamente límpidas e pela fauna aquática diversificada. O contraste do colorido dos peixes com o verde intenso da vegetação proporciona um visual maravilhoso.

Abismos Anhumas
Abismos Anhumas

Lá você também pode fazer rafting, trekking, cavalgada, visitar cachoeiras, cavernas, fazer flutuação pelos rios da região, mergulho, rapel… Bonito tem também uma excelente estrutura turística e possui restaurantes e bares de ótima qualidade. Aliás, tudo lá é Bonito!

Atrações

Boca da Onça – O roteiro mais conhecido de Bodoquena é o que leva à Boca da Onça, cachoeira com 156 m de altura. Começa por uma caminhada de 3 horas na mata e passa por mais de dez cachoeiras. Para chegar até a mais alta delas, há duas opções: em veículo 4×4 ou pela escadaria com mais de 800 degraus, esforço recompensado pela vista para o cânion do rio Salobra e os espaços para descanso, com piscina com peixes e rapel de 90 metros.

Lagoa Misteriosa – Boa dica para quem gosta de mergulho – impressiona pela profundidade, beleza e transparência das águas. A visitação exige a presença de um guia e contato com agência de turismo. Rio da Prata com suas águas cristalinas, é um dos melhores locais para flutuação e a observação de peixes. Para chegar até a nascente o visitante caminha por 1h em trilha de mata nativa. A flutuação começa na nascente do rio Olho d’Água, que desemboca no rio da Prata alguns metros adiante. O percurso de 2 km é acompanhado de dourados, piraputangas, piaus, pacus, corimbas e pintados. O local também é procurado para mergulho autônomo e batismo. Acesso pela BR-267, distante 50 km de Bonito, na direção de Jardim. Rio Sucuri Mergulho livre por 1.400 m a partir da nascente do rio de águas cristalinas e exuberante flora subaquática. Há passeios opcionais a cavalo, bicicleta ou quadriciclo. Acesso pela estrada que leva a São Geraldo, a cerca de 20 km de Bonito.

Jardim – O município de Jardim fica a 75 km de Bonito e integra o complexo turístico da Serra da Bodoquena. Há vários balneários nas proximidades da cidade. A maioria se encontra em propriedade particular, com boa estrutura de hospedagem e alimentação. Os passeios incluem trilhas, banhos e, em alguns casos, flutuação.

Aquário Natural
Aquário Natural

Aquário Natural (Reserva Ecológica Baía Bonita) – O aquário, em Bonito, é formado pela nascente do rio Formoso e tem águas cristalinas repletas de plantas exóticas e cardumes de peixes coloridos, que podem ser facilmente avistados pelos visitantes. Ideal para quem gosta de trilhas e flutuação. Oferece boa estrutura: tem bar, restaurante, mini museu de história natural sobre ecossistemas locais e piscina aquecida para treinamento básico de mergulho livre. Na nascente do rio Baía Bonita a flutuação é feita num percurso tranqüilo de 800 metros. Já no rio Formoso dá para nadar, brincar em cama elástica flutuante e deslizar numa tirolesa. O caminho até lá é feito por uma trilha em mata preservada. Balneário Municipal de Bonito fica a 6 km da cidade e não precisa do acompanhamento de guia. As águas são cristalinas e o balneário possui estrutura com banheiros, lanchonete e sorveterias. Há quadras de vôlei, área de camping e churrasqueiras.

800px-Ara_ararauna_-Bonito,_Mato_Grosso_do_Sul,_Brazil_-flying-8

Buraco das Araras – Em Jardim fica o famoso Buraco das Araras, uma enorme fenda na qual se concentram centenas de araras vermelhas e outras espécies de aves. Gruta do Lago Azul tombada como patrimônio natural, fascina pela beleza das esculturas naturais esculpidas em suas pedras. Formada por rocha calcária, tem 87 m de profundidade, 120 m de largura e um lago com águas de azul profundo. Localizada na Fazenda Anhumas, a 22 km de Bonito, oferece pela manhã um espetáculo de rara beleza: entre 7h30 e 9h30 os raios de sol invadem a caverna e se refletem na água, deixando-a cristalina. Além de paradisíaco, o lugar é um sítio pré-histórico, no qual mergulhadores brasileiros e franceses descobriram, em 1992, fósseis de animais com cerca de 10 milhões de anos. O acesso ao local é feito por uma escadaria rústica e íngreme – com mais de 200 degraus irregulares e sem corrimão.

Abismo Anhumas – Após uma descida de mais de 70 metros, o aventureiro encontra um espelho d’água do tamanho de um campo de futebol com 80 m de profundidade. Além do rapel, pode-se fazer mergulho. O programa é recomendado para pessoas com boa resistência física, mas não há necessidade de experiência em rapel, pois o treinamento é feito um dia antes. Fazenda Anhumas: acesso pela estrada que leva ao Campo dos Índios, a 22 km de Bonito.

Informações

Conselho Municipal de Turismo (Contur)

 (67) 3255-2160

www.bonito-ms.com.br

Bonito Convention & Visitors Bureau

(67) 3255-2207

www.bcvb.com.br

Clima:

Apresenta um clima tropical na faixa dos 32°C. O período das chuvas vai de novembro a abril.

Acessos:

Por via rodoviária:

De Campo Grande: BR-060, via Sidrolândia, ou BR-262, via Aquidauana.

Por via aérea:

Há vôos fretados da TAM.

Melhores Épocas

Em qualquer época do ano pode-se visitar Bonito, mas o ideal é entre os meses de Dezembro e Março, no período das chuvas, quando a vegetação está verde e os animais aparecem, pois têm alimento de sobra, quando o nível dos rios está alto e as cachoeiras estão caudalosas. Entre Maio e Agosto os campos estão secos, as queimadas são constantes e a fauna foge atemorizada para pastagens melhores.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here