Aeroporto de Maceió ganha primeira loja conceito da Heineken no Nordeste, aberta 24 horas

0
270

Living HNK oferece drinks, chopes, cervejas e cardápio completo para todas as horas do dia. O menu é assinado pelo chef executivo Dalton Rangel 

Espaço fica localizado a poucos metros da saída do desembarque, em área pública do terminal, podendo ser frequentado também pelo público geral

A cervejaria holandesa Heineken abriu sua primeira loja conceito do Nordeste, no Aeroporto de Maceió. A Living HNK oferece uma experiência completa com o melhor que a marca dispõe, incluindo serviços de bar e restaurante. O novo empreendimento faz parte do projeto de expansão da área comercial do terminal, que foi reinaugurado pela Aena em 2023 com mais do dobro do espaço inicial – passou de 994 m² para 2.062 m² – e agregando novas marcas e serviços para os consumidores.

Com investimento total de R$ 1,6 milhão, a Living HNK ocupa um espaço de 98,37 m² e tem 20 funcionários. A loja faz parte do Grupo FIT, responsável por mais de 60 operações em aeroportos brasileiros – a de Maceió foi inaugurada no final de 2023 e oferece conveniência e agilidade a consumidores que estão em trânsito. “Ganhamos uma loja bonita, diferenciada, que agregou valor ao nosso mix comercial e valorizou o terminal, superando as expectativas de movimentação já nesses primeiros dias”, afirma Adilson Pereira, diretor do Aeroporto de Maceió.

Além da marca própria, em versão chope ou cerveja e sempre muito gelada, o ambiente aconchegante oferta outras marcas, como Baden Baden, Eisenbahn, Lagunitas e Blue Moon. O cardápio assinado pelo chef executivo Dalton Rangel tem opções para todas as refeições e os mais diversos paladares – de café da manhã com ovos, bacon e salada de frutas a grandes clássicos para o jantar, como filé à parmegiana, lasanha da Nonna, além de aperitivos que vão das internacionais buffalo wings às receitas regionais, como o dadinho de tapioca.

Reformulação comercial

A aposta no setor comercial é um dos fatores que proporcionam experiências de viagem incríveis nos aeroportos administrados pela Aena. Em Maceió, o número de estabelecimentos passou de 21 para 31, sendo 15 pontos de lojas e serviços e 16 de alimentação. Os negócios voltados para comidas e bebidas foram os mais beneficiados, ganhando mais de mil metros quadrados para novos contratos. Agora, são 12 comércios varejistas, três agências de viagens, seis cafés, cinco lanchonetes, dois restaurantes, duas cervejarias e um quiosque de sorvete à disposição dos passageiros. Outra novidade é que essas opções estão mais bem distribuídas entre áreas públicas e restritas (zonas de embarque doméstico e internacional) do aeroporto. O terminal também terá uma sala VIP e um comércio tipo “duty paid”, este no embarque doméstico.

Sobre a Aena Brasil    

Aena Brasil é marca registrada da espanhola Aena, considerada a maior operadora aeroportuária do mundo, em número de passageiros, pelo Conselho Internacional de Aeroportos. A companhia também é a maior do país, administrando 17 aeroportos, em nove estados brasileiros, sendo responsável por 20% da malha aérea nacional e pela gestão de Congonhas, o segundo maior em número de embarques e desembarques. Em 2022, seus 80 aeroportos e dois heliportos movimentaram 363,6 milhões de passageiros, sendo mais de 35 milhões no Brasil. Desde 2020, gere os equipamentos de infraestrutura do Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE) e Campina Grande (PB). Em 2023, assumiu Congonhas (SP), Campo Grande (MS), Uberlândia (MG), Santarém (PA), Marabá (PA), Montes Claros (MG), Parauapebas (PA), Uberaba (MG), Altamira (PA), Ponta Porã (MS), Corumbá (MS). Os dois blocos são administrados por diferentes sociedades de propósito específico: Aeroportos do Nordeste do Brasil (ANB) e Bloco de Onze Aeroportos do Brasil (BOAB). Na Espanha, a Aena opera 46 aeroportos e 2 heliportos. É acionista controlador, com 51%, do aeroporto de Londres-Luton no Reino Unido, além de gerenciar aeroportos no México (12), Colômbia (2) e Jamaica (2).