10 coisas que você nunca deve fazer em Moscou; veja fotos

0
257
Russia Beyond (Foto: GaudiLab/Getty Images; Domínio público)

Eleonora Goldman

A capital da Rússia é uma enorme metrópole com um belo centro histórico, arranha-céus modernos, enormes parques e centros comerciais. Selecionamos as coisas que você não deve fazer durante sua viagem para Moscou.

10. Ir ao centro da cidade de carro

Os serviços de compartilhamento de carros estão muito desenvolvidos e fáceis de usar em Moscou, porém, é melhor se locomover pelo centro histórico da cidade de transporte público. Caso você não conheça a cidade, terá problemas em encontrar estacionamentos, mesmo que quase todos sejam pagos. Além disso, no centro existem muitas ruas com tráfego de mão única, limites de velocidade baixos e zonas exclusivas para transporte público.

Para usar o transporte público, você só precisa comprar um cartão “Troika”, que permite usar todos os tipos de transporte: metrô, ônibus, bonde etc.

9. Pegar táxi na rua

Ninguém mais faz isso em Moscou! Você precisa pedir um táxi por meio de aplicativos de smartphone, ligar aos serviços de táxi por telefone ou pedir no hotel.

Você pode encontrar táxis nas estações de trem e aeroportos, porém, via de regra, eles são muito mais caros. O aplicativo, por sua vez, garante o preço justo e permite ver o trajeto da viagem. Não perca o nosso guia prático para não ser enganado pelos taxistas de Moscou.

8. Tirar fotos no Mausoléu

Vladímir Astapkôvitch/Sputnik

Você pode tirar fotos na Praça Vermelha, mas, se quiser entrar no Mausoléu de Lênin, é proibido levar câmera ou smartphone. Os guardas observam cada movimento. Se quebrar essa regra, será detido pelos guardas, retirado do Mausoléu e terá que pagar uma multa.

7. Fazer churrasco no parque

Os russos adoram churrascos, que é tradicionalmente um dos tipos de recreação mais populares no verão. Em Moscou, porém, há apenas alguns parques e locais nos arredores da cidade onde é permitido fazer churrasco. Na maioria das outras partes da cidade, churrasco é estritamente proibido. As multas começam em 5.000 rublos, ou seja, cerca de US$ 55.

6. Pedalar no parque Tsaritsin

Em Moscou, você pode alugar uma bicicleta em qualquer parque e na maioria das ruas da cidade, mas há uma exceção: no Museu-Reserva Tsaritsino é proibido andar de bicicleta na parte histórica do parque, onde está localizado o palácio. Esse lugar só pode ser visitado a pé.

5. Andar devagar no metrô

O metrô de Moscou é um monstruoso labirinto emaranhado. Devido às longas distâncias em Moscou, os moradores da cidade estão constantemente com pressa. Parece que estão todos correndo para algum lugar e para se manter no fluxo de gente o turista também tem que apertar o passo. Na escada rolante você deve ficar do lado direito, porque o lado esquerdo, via de regra, é para descer ou subir correndo. Leia aqui sobre como usar o sistema de transporte subterrâneo da capital russa.

4. Caminhar sem mapa online

Ao contrário dos estereótipos, em geral, os moscovitas são pessoas muito gentis, e muitos falam inglês. Mas, se você precisar de uma rota para um endereço exato, um aplicativo de mapas no seu celular é obrigatório. Moscou é uma cidade enorme, e, em muitos casos, os moradores locais não sabem os nomes de todos os hotéis, museus e ruas. Além disso, Moscou está sendo construída constantemente; assim, é melhor não pedir ajuda aos transeuntes, mas sim procurar no mapa online.

3. Tentar uma visita ao Teatro Bolshoi sem planejar com antecedência

Se você quiser ver e vivenciar o palco histórico do Teatro Bolshoi, famoso principalmente pelos balés “O Quebra-Nozes” e “Lago dos Cisnes”, é preciso comprar os ingressos assim que estiverem à venda, ou seja, várias semanas antes do evento. Você só pode comprá-los no site do teatro ou na bilheteria.

2. Esquecer o passaporte no hotel/local de estadia

Moscou é uma cidade segura, mas você pode precisar do seu passaporte como forma de identificação para comprar bebidas alcoólicas ou cigarros. Além disso, às vezes, a polícia pode pedir os seus documentos na rua. A propósito, também é impossível comprar ingressos para o Teatro Bolshoi sem passaporte.

1. Reservar pouco tempo para conhecer a capital da Rússia

Há tanto para ver em Moscou que dificilmente você consegue visitar todos os lugares interessantes em apenas uma semana. E, mesmo se você tentar, vai perceber que precisará voltar!

LEIA TAMBÉM: Por que Moscou é a capital mais verde do mundo?

https://br.rbth.com/viagem/88455-10-coisas-que-voc%C3%AA-nunca