Ilha da Madeira ganha óscar de Melhor Destino Insular do Mundo pela 5º vez

0
363

A Madeira conquistou, pela quinta vez consecutiva, o ‘World Travel Awards’ de “Melhor Destino Insular do Mundo”, na Grande Gala Final que decorreu esta noite na cidade de Muscat, em Omã, revelou a Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

© Lusa

POR LUSA

O secretário regional de Turismo e Cultura e presidente da Associação de Promoção da Madeira, Eduardo Jesus, releva a importância de a Madeira voltar a ganhar o galardão, o qual vem consolidar as conquistas dos quatro anos anteriores e que vem permitir ampliar a visibilidade do destino a nível internacional numa altura em que esse fator assume particular importância”, diz o comunicado emitido por aquele organismo.

Os ‘World Travel Awards’, reconhecidos como os principais galardões do turismo nos diferentes setores que constam da lista restrita, são atribuídos depois da votação online do público e de profissionais do turismo de todo o mundo.

Na votação para ser “World’s Leading Island Destination 2019” estavam ilhas de todo o mundo como Belize, Bali (Indonésia), Barbados, Bora Bora, Cozumel (México), Creta (Grécia), Ilhas Fiji, Havai, Jamaica, Maldivas, Ilhas Maurícias, Santa Lucia, Sardenha (Itália), Seychelles, Sicília (Itália) e Zanzibar (Tanzânia).

A Secretaria Regional recorda que na Gala Europeia dos ‘World Travel Awards’, que decorreu este ano no Funchal, a Madeira conquistou, pela 6.ª vez, o galardão do “Melhor Destino Insular Europeu” (“Europe´s Leading island destination”).

Os ‘World Travel Awards’, criados em 1993, são atribuídos anualmente para reconhecer, premiar e celebrar a excelência de todos os setores chave das indústrias de viagens, turismo e hospitalidade.

A Madeira é uma ilha portuguesa e é a maior e mais populosa do Arquipélago da Madeira . Possui uma área de 740,7 km 2 , incluindo Ilhéu de Agostinho, Ilhéu de São Lourenço, Ilhéu Mole (noroeste). Em 2011, a Madeira tinha uma população total de 262.456.

A ilha é o topo de um enorme vulcão submerso que se ergue a cerca de 6 km (3,7 milhas) do fundo do Oceano Atlântico. O vulcão se formou no topo de uma fenda leste-oeste [1] [2] na crosta oceânica ao longo da Placa Africana , começando durante a época do Mioceno há mais de 5 milhões de anos, continuando no Pleistoceno até cerca de 700.000 anos atrás. [3] Isto foi seguido por uma erosão extensa , produzindo dois grandes anfiteatros abertos para o sul na parte central da ilha. Atividade vulcânica mais tarde foi retomada, produzindo cones de escória e fluxos de lavano topo do escudo erodido mais velho. As erupções vulcânicas mais recentes ocorreram na parte centro-oeste da ilha há apenas 6.500 anos, criando mais cones de cinza e fluxos de lava. [3]

madeira-portugal-marina-da-quinta-grande-topo

madeira-portugal-porto-da-cruz

madeira-portugal-mirante-da-torre-shutterstock-1126605203 (1)

Créditos: Shutterstock e visitmadeira.pt

Wikipedia

A Madeira é a maior ilha do grupo, com uma área de 741 km 2 , uma extensão de 57 km (da Ponte de São Lourenço a Ponte do Pargo), enquanto aproximadamente 22 km (14 milhas) em seu ponto mais largo (de Ponte da Cruz a Ponte São Jorge), com uma costa de 150 km (90 milhas). Possui uma cordilheira que se estende ao longo do centro da ilha, alcançando 1.862 metros (6.109 pés) em seu ponto mais alto ( Pico Ruivo), embora muito mais baixo (abaixo de 200 metros) ao longo de sua extensão oriental. Os focos vulcânicos primitivos responsáveis ​​pela área montanhosa central consistiam nos picos: Ruivo (1.862 m), Torres (1.851 m), Arieiro (1.818 m), Cidrão (1.802 m), Cedro (1.759 m), Casado (1.725 m). ), Grande (1.657 m), Ferreiro (1.582 m). Ao final dessa fase eruptiva, formou-se uma ilha circundada por recifes, seus vestígios marinhos são evidentes em uma camada calcária na área de Lameiros, em São Vicente (posteriormente explorada para a produção de óxido de cálcio ). Falésias, como Cabo Girão , vales e barrancos se estendem a partir desta coluna central, tornando o interior geralmente inacessível. [4]A vida cotidiana está concentrada nas muitas aldeias na foz das ravinas, através das quais as fortes chuvas do outono e inverno costumam viajar para o mar. [5

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here