72 horas em Mar del Plata, uma joia Argentina

0
410
O INPROTUR confeccionou um cronograma de atividades para fazer na cidade balneária em uma visita fugaz.

 

Localizada na costa da Província de Buenos Aires e a 419 quilômetros da Cidade de Buenos Aires, Mar del Plata é conhecida pelo seu apelido de La Feliz. E com essa premissa, nada pode dar errado no imperdível natural predileto do verão argentino. Seja para visitar com amigos, em família, ou com seu parceiro ou parceira: a Pérola do Atlântico conta com propostas abundantes para todos os gostos. É por isso que o Instituto Nacional de Promoção Turística (Inprotur) realizou uma lista de atividades para conhecer a magia marplatense em um tour de três dias completos.
Dia 1
Manhã nas praias amplas e cheias de ondas
As praias de Mar del Plata são tão vastas quanto sua oferta turística. A temperatura do mar é ótima para os dias de muito calor que se vivem na temporada de verão e as ondas são perfeitas para se iniciar na arte do surfe, o esporte favorito da zona. Por outro lado, o componente gastronômico sempre está presente, então, quiosques para degustar delícias do mar não faltam. Playa Grande, Punta Mogotes e todas as do sul da cidade, são algumas das zonas que não podem deixar de ser visitadas.
Almoço com gastronomia de mar
Os pratos com peixes e frutos do mar brilham nos quadros fora dos restaurantes, anunciando que a especialidade da casa faz as honras à localização marítima estratégica. Abundam as corvinas, gatuzos, peixes-rei, merluzas, chernes, meros, linguados e mais. E, na família dos frutos do mar, o pódio é das deliciosas lulas à dorê, lulas fritas empanadas em farinha (embora nunca está de mais provar os camarões, as ‘gambas al ajillo’, o polvo e os ‘chipirones’). A zona do porto é uma boa opção para entrar na cultura gastronômica local e, também, percorrer seus pitorescos lugares. Além disso, Mar del Plata é um polo cervejeiro artesanal, então uma parada técnica em qualquer uma de suas cervejarias faz parte do plano.
Tarde no Bosque Peralta Ramos
Os 500 hectares de árvores e flora local inundam a retina e renovam os ares citadinos para dar lugar ao silêncio e à profunda desconexão entre pinheiros e flores. A atividade consiste em caminhar pelas ruas de terra e visitar a feira de artesanato, mas se a bússola apontar o caminho gastronômico, o bosque também oferece alternativas culinárias para satisfazer o desejo do momento.
Dia 2
Escapada a Chapadmalal
A meia hora de carro de Mar del Plata, apaixona com uma energia fresca, muitíssima natureza e uma magia especial que atrai, principalmente, os mais jovens. Penhascos avermelhados, praias quilométricas (imperdível a Praia Luna Roja), uma vibe surfista muito marcada e quiosques de frente para as ondas do mar são as principais atrações, que se complementam com vistas e entardeceres que arrancam suspiros.
Além disso, a primeira vinícola com toques oceânicos se instala entre campos verdes, colinas levemente elevadas e ares que desprendem o cheiro característico do mar. Vinhedos de um intenso verde crescem em Chapadmalal e convidam os visitantes a descobrir os processos por trás da produção do vinho, com a possibilidade de degustar as variedades que são produzidas na zona.
Dia 3
Parada fotográfica nos penhascos
Com uma altura de até 22 metros sobre o nível do mar, os penhascos de Mar del Plata também se incorporam à lista de razões para conhecer a cidade. Paredões rochosos se tingem com uma cor ocre e dançam com o reflexo do sol, sendo testemunhas de um espetáculo único que envolve um horizonte de infinito mar, praias e vegetação.
Caminhada pelos passeios de compras
A viagem a Mardel não está completa sem o percurso comercial. Porque seus clássicos alfajores, pulôveres, conservas e frutos do mar podem ser conseguidos ao passar e em passeios desenhados para desfrutar do cimento. A Rua de Pedestres San Martín, o trajeto da rua Güemes, Alem e Avenida Juan B.
Fim do dia com a cultura e espetáculos locais
Mar del Plata é dona de espetáculos teatrais e artísticos que convocam turistas do mundo inteiro, além de oferecer propostas que envolvem museus e centros culturais. O maior imperdível nesta matéria é o Museu de Arte Contemporânea (MAR), que recebe o visitante com a icônica obra do lobo marinho em sua entrada. Armado com 50.0000 embalagens de alfajores, mede 10 metros e é uma criação da famosa artista Marta Minujín.
Música, humor, cinema, moda e danças: a arte inunda as ruas marplatenses e cria o clima perfeito para relaxar por fora da oferta de praia. Qualquer peça de teatro cumpre com a expectativa e a época de calor dá as mais incríveis festas entre areia e shows a todo volume, cumprindo com as medidas sanitárias dispostas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here