10 lugares no Kremlin de Moscou que você não pode perder (FOTOS)

0
350

Legion Media

O Kremlin de Moscou não é apenas uma fortaleza medieval que se tornou símbolo da capital russa, mas também o maior museu do mundo. Para que você não se perca, preparamos uma lista com os lugares que você não pode deixar de visitar.

1. Praça Ivánovskaia

A praça Ivánovskaia fica em frente à entrada do Kremlin pela Torre Spásskaia. Nos séculos 16 e 17, o local era o centro comercial de Moscou. Em 1329, a área ao redor do Templo de São João Clímaco foi pavimentada. A partir daí, a parte oriental passou a se chamar Ivánovskaia, e a ocidental, Sobórnaia.

Era na praça Ivánovskaia que os arautos anunciavam as notícias mais importantes. Até hoje, na língua russa existe a expressão “gritar por toda a Ivánovskaia”, que significa falar muito alto e emocionalmente. Em 1505, o templo foi desmontado e, a leste dele, o arquiteto italiano Bon Friázin construiu a Torre do Sino de Ivan, o Grande.

2. Canhão do Tsar e Sino Real

Perto da praça Ivánovskaia e da Torre do Sino de Ivan, você pode encontrar o Canhão do Tsar e o Sino Real.

O Canhão do Tsar do Kremlin foi construído para defender o Kremlin e permanece no local há mais de 400 anos. Ele foi incluído no Guinness Book, o livro dos recordes, como a maior bombarda (arma medieval usada para atirar pedras grandes) por calibre do mundo. Foi construído para atirar balas de canhão de 800 kg e pesa quase 40 toneladas, sendo necessários 200 cavalos para transportá-lo. Embora tenha sido criado como uma arma real, nunca foi usado em batalha.

Já o Sino Real foi produzido no século 18, e ainda é o maior do mundo. Ele tem 6,14 m de altura e pesa quase 202 toneladas. Ele nunca foi tocado e, durante o incêndio no Kremlin de 1737, caiu dos suportes em que estava apoiado, e um pedaço dele se desprendeu.

3. Catedral da Assunção

Perto do Palácio das Facetas e da Igreja dos Doze Apóstolos, está localizada a Catedral da Assunção, um dos edifícios mais antigos do território do Kremlin. Essa igreja foi construída entre 1475 e 1479 pelo arquiteto italiano Aristóteles Fioravanti, por ordem do grão-príncipe Ivan 3º.

Nessa catedral você pode encontrar os afrescos mais antigos da Rússia, que datam do século 15.

Desde o final do século 17, todas as coroações dos imperadores russos ocorreram no local.

4. Palácio das Facetas

Entre a Catedral da Assunção e a Catedral da Anunciação, você pode ver o edifício conhecido como Palácio das Facetas, construído entre 1487 e 1491 pelos italianos Marco Friázin e Pietro Antonio Solari. Durante vários séculos, os aposentos reais da Rússia estavam localizados neste prédio. Era no Palácio das Facetas que os tsares se encontravam com embaixadores estrangeiros e realizavam recepções. O nome do palácio vem da forma da fachada oriental, pois ela é decorada com linhas horizontais de pedras angulosas, dando a impressão de uma superfície facetada.

5. Jardim Tainítski

Perto da muralha sul do Kremlin há um grande parque, que existe desde o século 14. No jardim, você pode encontrar o carvalho Cosmos, plantado pelo primeiro cosmonauta do mundo, Iúri Gagarin.

6. Grande Palácio do Kremlin

Perto da muralha sul também está o Grande Palácio, construído no século 19 como residência real por decreto do imperador Nicolau 1º. Durante a era soviética, o governo se reunia nesse prédio.

Hoje, na construção em estilo bizantino-russo de 25 mil metros quadrados está localizada uma das residências do presidente. Por essa razão, a maior parte do prédio é fechada para turistas.

7. Palácio de Entretenimento

Perto da muralha oeste da fortaleza está localizado o edifício com cúpulas douradas, construído em 1651 para o boiardo (membro do mais alto escalão da nobreza feudal) Miloslávski, sogro do tsar Aleixo da Rússia. O prédio passou a ser chamado de Palácio de Entretenimento, pois foi aqui que começaram a ser exibidas as primeiras apresentações teatrais da história da Rússia.

8. Palácio do Arsenal do Kremlin

Esse edifício neoclássico foi construído entre 1844 e 1851 como casa-museu para guardar e expor tesouros reais. Hoje, é possível ver jóias russas e estrangeiras dos séculos 12 a 19, armas, trajes e carruagens. No Palácio também fica o “Fundo dos Diamantes”, onde estão expostas as pepitas mais preciosas do país.

9. Palácio Estatal do Kremlin

Entre as praças do Senado e da Trindade, perto da muralha oeste do Kremlin, está localizado um edifício do período soviético. Esse “Palácio” foi construído em 1961 por iniciativa do líder da URSS Nikita Khruschov, que queria realizar congressos do partido em um enorme salão com capacidade para 6 mil pessoas. Hoje, o Palácio Estatal do Kremlin é um dos principais teatros e locais de concertos da Rússia.

10. Arsenal do Kremlin

Por iniciativa do primeiro imperador russo, Pedro, o Grande, no início do século 18, no território do Kremlin foi construído um dos maiores edifícios da época, o Arsenal do Kremlin, usado como um armazém militar, um museu da glória militar e um depósito para troféus. Durante a guerra contra os franceses de 1812, Napoleão explodiu o Arsenal, mas o edifício foi posteriormente restaurado. Hoje, o quartel do regimento do Kremlin e a administração do Kremlin estão localizados nesse prédio.

LEIA TAMBÉM: Como os italianos construíram o Kremlin (e ajudaram Moscou a vencer guerras)

https://br.rbth.com/viagem/88528-10-lugares-kremlin-moscou-voce-nao-pode-perder