Mais de quatro mil novas habitações em Cuba para turismo

0
104
Havana (Prensa Latina) Cuba conta hoje com mais de quatro mil novos apartamentos para o turismo, informou o ministro do setor, Juan Carlos García, durante apresentação com operadoras de turismo do país. 

Na véspera, a nação caribenha reabriu suas fronteiras aos viajantes internacionais e, segundo o gerente, recebeu os visitantes em todos os seus aeroportos, exceto Cayo Largo del Sur, os três terminais de cruzeiros e as 10 marinhas.

Estamos empenhados em desenvolver um turismo responsável, no qual a saúde e segurança de todos seja a prioridade para o setor, destacou García, que comentou algumas das novidades desta etapa.

Nesse sentido, destacou a futura disponibilidade de programas de imunização para viajantes com vacinas cubanas, uma vez incluídos nas listas internacionais.

Da mesma forma, destacou que atuam na oferta de bem-estar e qualidade de vida em conjunto com a Assistência Médica, para os turistas que desejam receber atendimento no país.

A abertura de equipamentos culturais e as propostas de pacotes específicos relacionados com estes eventos, bem como a possibilidade de desenvolver excursões por todo o território nacional, atividades de mergulho, natureza e turismo náutico, também estão entre as opções disponíveis.

O ministro destacou o salto em termos de conectividade em hotéis e de equipamentos tecnológicos para os viajantes, entre os quais se destacam o pagamento por QR codes, aplicativo online para pré-cadastro em hospedagem, além do portal de hotéis, que reúne as promoções e serviços disponíveis em uma plataforma.

A possibilidade de locomoção em todo o país será apoiada por uma frota renovada de veículos, disse o proprietário, que também explicou o que se refere aos cartões pré-pagos em moedas livremente conversíveis, que estão à disposição dos viajantes para uso dentro do país caribenho.

Os operadores turísticos presentes no encontro demonstraram confiança em Cuba e na preparação para esta etapa, e instaram a trabalhar com cuidado para manter a situação favorável à saúde frente a Covid-19 e a qualidade do produto turístico.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here